Corrida mágica: Ultra dos Anjos, UAI!

Pensa numa pessoa que queria participar de uma corrida sem pretensão de correr. Apenas pra estar junto da galera. Pra poder presenciar tudo aquilo. Pra poder curtir cada visual. Pra se emocionar junto aos amigos. Pra filmar cada trechinho de terra. Pra viver cada minuto daquela magia.

Pois é, pensei tão forte que fui convocada nos 45 do segundo tempo pra ir pra UAI fazer o apoio da minha assessoria Nova Equipe. E foi realmente mágico. Vou contar pra vocês a minha experiência como apoio da Ultra dos Anjos.

Pra quem não conhece, essa corrida está entre uma das ultramaratonas de montanha mais difíceis do mundo. Ela é tão importante que dá pontuação para a se qualificar para correr as principais corridas de montanha do mundo, como a UMTB (Ultra Trail Mont Blanc) por exemplo. A prova tem 5 distâncias – 25KM, 65KM, 95KM, 135KM e 235KM que são percorridas por estradas de terra, pedregulhos e asfalto. Existe tempo limite de corte para cada trecho e os participantes podem fazer a prova solo ou de revezamento, com ou sem apoio. A corrida tem largada em Passa Quatro, sul de Minas Gerais. O percurso passa por algumas cidades pela região, voltando para completar o trecho de 235km na própria Passa Quatro.

Minha jornada começou na quinta à noite. Eu e a Carol (Táta) fomos, já no final do dia, para Passa Quatro encontrar com o pessoal da Assessoria Nova Equipe, se instalar e preparar as coisas para a corrida que aconteceu na sexta-feira (01/julho).
Dormir pra que mesmo? Foram algumas poucas horas de sono e às 5 da matina já estávamos praticamente todos de pé. Ajeita tudo daqui e dali e partiu largada. Eu fiquei incumbida de dirigir o carro do coach Emerson Bisan e dar apoio para todos da minha equipe. Todos se reuniram em frente a igreja da cidade, onde estava montado o pórtico para dar início à corrida. Fotos e mais fotos e às 8hs em ponto começou a magia.

IMG_9775

Fui para o carro para não me distanciar muito da galera, e eis que surge um pequeno probleminha: o porta malas não trancava. Desespero total. Não sabia direito como proceder, entrei em um mini pânico, mas em segundos algumas boas almas apareceram para me ajudar. Parei azap em um mecânico, ele ajustou a porca do parafuso e me alertou para não ficar abrindo muito o porta malas. Agradeci aos céus e fui para a prova. Estava preocupada pois não sabia direito quais eram as rotas, mas logo apareceu o Carlos Mello na minha frente e foi como se tivesse caído um anjo dos céus para me ajudar. Foi um alívio imediato. Obrigada!!!

Enfim, agora sim rsss, começou a corrida. Já avistei todos a minha frente correndo felizes. O dia estava lindo, um solzinho para esquentar a alma e o coração. Fui seguindo os carros de apoio (eram muitos) que estavam à frente, e percebi que não tinha muito segredo: era só acompanhar a estrada e as setas amarelas.

No começo estava com a estratégia de dirigir 5km e esperar quem passasse, mas depois de 2 pit stops o coach pediu pra que eu alcançasse o Chris. Fui em busca dele, passando por todo mundo, parando pra dar os suprimentos, apoio moral e incentivo pra galera que corria.

Alcancei o Chris que já estava láááááá na frente. rsssss Então resolvi parar até todo mundo me alcançar de novo. Essa hora foi mega divertido, porque pude filmar todo mundo, gritar, vibrar e ver a carinha de cada um de felicidade. 😀 Aqui estávamos mais ou menos no 20km. A Jade entrou no carro, pois não estava muito bem, com pressão baixa e fomos para o primeiro PC (25km), na cidade de Itamonte. Encontramos as meninas – Lih Guerreiro, Aline, Áurea e Carol! Todas lindas, emocionadas e realizadas pela conquista da prova. A Lih Guerreiro foi quinta colocada feminino geral. Muito forte essa loira, viu?!? rsssss

IMG_9700

Preparamos uns lanchinhos para a galera que estava rumo aos 65km, pipi stop e partimos para alcança-los. Cruzamos a cidade e pegamos uma estrada. Ali começava um dos trechos mais difíceis dos 65km – a subida. Mesmo estando em estrada de asfalto, via-se que o cansaço já dava alguns sinais em alguns participantes, e a moderação era a melhor companheira. 😉 Paramos 2x na estrada para dar apoio para todos, inclusive a Jane, que estava desesperada pra comer o sanduichinho de atum que ela mesma tinha preparado. Muitos apoios paravam no mesmo trecho que nós, parecia tudo combinadinho rssss

IMG_9738

Depois dessas 2 paradas, deu-se início a Serra do Papagaio. É asfaltada, mas com uma bela de uma inclinação. A vista é linda demais, mas sofrida! Ali deu pra sentir porque aquela prova é realmente dura. Quase mais ninguém corria. Caminhar era o lema. O melhor jeito de chegar inteiro lá em cima.

Paramos bem no topo da serra para esperar toda a equipe. Era incrível como a hora passava rápido demais. Quando víamos, já estávamos há quase 1 hora esperando o pessoal. E quando eles chegavam era um sorriso imenso ao nos ver!!! 😀 Quanta emoção em ver aqueles rostinhos felizes!!

Ainda tinha muito chão pela frente, e até que enfim a serra tinha acabado. Agora era uma descida delícia com um visual de tirar o fôlego. Já era mais de 4 da tarde e o sol começava a se pôr. O dia realmente foi perfeito para a prova.

Fizemos mais um pit stop, lá pelo 57km. Era uma curva, de estrada de pedras. Descida sinistra. Nossos guerreiros (Bisan, Marisa, Renan e Sid) apareceram fortes e radiantes. O Deco parecia que corria nas nuvens. Estava extremamente tranquilo na prova. Incrível como estava bem! 🙂

Demos suprimentos para nossos anjos e fomos para Alagoas, PC dos 65km. Cruzamos com vários corredores, inclusive com o Deco e a Jane. Chris já estava lááááááá na frente. Sorte que tínhamos o Rodrigo Lourenço que estava de apoio para outro corredor e nos deu um suporte com o Chris! 😀

Chegamos no PC (65km) e ficamos aguardando. A noite já caia e a preocupação começou a bater. Será que o Chris está bem? Jane, vai de boa, não se empolga! E nossos guerreiros que estavam pra chegar nos 65km, será que estão bem? Com fome? E os minutos passavam, e a ansiedade só aumentava.

Por fim. Chegaram! Deco foi o primeiro (ele estava para os 65km) – Chegouuuuu!!! \o/
Mais alguns minutos e chega o trio ternura – Bisan, Marisa e Renan. 😀 Preocupação master em saber se eles estavam bem, tranquilos, aguentando firme. A Marisa eu queria carregar no colo. Ainnnn, pensa em uma japa muito quietinha rsss Ajudei ela como pude pra que ela não se preocupasse com nada. A Aline estava dando apoio pro Renan e Áurea pro Bisan. 🙂

Antes do trio partir, chegou o Sid todo realizado. Completou os 65km!!! \o/
Eles saíram para completar os 95km e eu, Áurea e Aline fomos jantar alguma coisa para poder acompanha-los até o final. O resto do pessoal voltou com o Lourenço pra Passa Quatro.

Devidamente alimentadas, partimos para alcança-los. A estrada era escura. Um breu. Não se enxergava um palmo à frente. E aquela lanterninha de Led não era lá muito forte. Quando alcançamos o trio, percebemos que eles queriam muito nosso apoio. Chris já estava chegando nos 95km. A Jane já estava na metade do caminho e logo chegaria. Então resolvemos ficar com os 3 e iluminar o caminho pelos últimos 20km.

Nessa hora deu pra perceber o quanto essa prova é desafiadora. Eram 30km de estrada de terra, no escuro, com medo de bicho, de assombração, de ET, de qualquer coisa que possa aparecer na sua frente sem ser convidado. Medo. Pra mim, muito medo! Ainda mais que cruzamos com pessoas que estavam sozinhas. Survivors. Corajosos mesmo. Jamais eu faria aquele trecho de noite, sozinha. Se já tenho medo de dia, que dirá de noite. rssss Sentimos que essa hora somos mais forte que nosso corpo. A mente é que manda. Se eu já estava cansada dentro do carro, que dirá quem estava correndo. Aquele momento foi onde a emoção e a magia da prova bateram mais forte. Estávamos caladas. Só observando eles correrem. Eu via cada pedacinho de terra, de árvore, de céu como cúmplice da prova. Cada metro que o trio percorria eu sentia algo diferente dentro de mim. Um mix de realização com medo. Passa tudo pela cabeça. Percebe-se ali como o apoio é tudo nessa corrida. Só de saber que estávamos ali, já existia aquele sentimento de segurança, de aconchego, de socorro se algo der errado. E eu não iria sair dali por nada.

Por fim, nos últimos 5km a Aline resolveu correr com eles. E logo alguns metros eu também resolvi descer do carro. Não aguentava mais ficar ali. Já estava pirando, com dor de cabeça, tontura. Precisava correr com eles, sentir a brisa da noite, a emoção da respiração deles, o olhar de cada um… ali a magia da prova entrou de vez em mim!

Foram apenas alguns kms que separavam o trio da chegada, da conquista, da realização de um sonho. Foram mais alguns passos para conquistar as asas que só a UAI pode dar para esses guerreiros terrestres. E eles chegaram!!! \o/
Bisan, Marisa e Renan conquistaram as tão sonhadas asas! Inteiros, radiantes e felizes!!!

E lá já estavam nos esperando a Jane e o Chris, devidamente alados!! 😀

Photo 01-07-16 23 55 25
Jane, Chris, Renan, Bisan e Marisa (trio ternura) 🙂

Agora eu entendo porque essa corrida te dá asas. Ela é mágica, desde os preparativos até cruzar a sua linha de chegada. Tem um espírito maior que o humano. Espírito dos 4 elementos: terra, fogo, água e ar! O céu, as estrelas, a mata, a terra, o rio, o vento… todos cúmplices da luta que é cada metro percorrida, cada km deixado pra trás, cada minuto que falta pra chegar. Via na vibração do trio ternura cada emoção por km percorrido. Era de querer chorar!!

Photo 01-07-16 10 34 03

Ano que vem estarei lá novamente, indo em busca das minhas asas tbm. Não sei pra quanto eu vou, só sei que com certeza estarei ao lado desses anjos, em busca de um lugar na corrida mágica!! 😀

Abaixo o vídeo que fiz da prova!
Aqui vocês irão sentir em movimento um tiquinho mais dessa emoção toda!!

Bjs e nos vemos nas pistas e nas trilhas!! 😀

 

 

Anúncios

Um comentário em “Corrida mágica: Ultra dos Anjos, UAI!

  1. Realmente, é gostoso participar de provas sem estar no papel de corredor! Foi o que aconteceu comigo na BR 135. #saudades rsrsrs
    Mas a verdade é que vendo todo mundo correndo dá ainda mais vontade de participar da prova como corredor! rs
    Carol, vai pra UD Aiuruoca? Se estiver afim me dá um toque que eu tenho cupom de desconto pra prova!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s