Mais uma K21 Maresias!!

Fala galera!
Fiquei devendo pra vocês como foi a minha corrida na K21 Maresias, não é mesmo?
Tive uma semana de imprevisto, por isso não consegui subir o post antes.
Então, vamos ao meu relato na prova.

A K21 Maresias é uma dentre as diversas etapas que acontecem aqui no Brasil do K21 Series, que também rola em várias partes do mundo – Argentina, Brasil, Colômbia, Equador, Espanha, Itália, Peru e Marrocos.
A única mudança do ano passado pra esse ano foi no esquema de largada. Esse ano os 21km largaram 9h, enquanto o pessoal dos 10km e 5km iniciaram a prova apenas 40 minutos depois, às 9h40.

Com esse horário de largada foi possível dormir muito bem à noite. Acordei por volta das 7hs, fiz todo meu processo da manhã, ajeitei a mochila e fomos para o Bar dos Alemão, onde era o pórtico de largada da prova. Pra essa corrida, esse ano resolvi inovar na hidratação e suplementação. Como sabia que ia “correr” por mais de 4hs resolvi levar bisnaguinha com nutella e gatorade. Já sabia que a organização não ia oferecer isotônico, e pra não ficar sem repor os sais, levei o meu próprio. Também levei 3 sachês de gel GU, jujubas e palitinhos salgados. Nunca se sabe o que pode acontecer nessas provas, né? Por isso fui bem equipada. E lógico, minha camelback com água. 😉

Às 9h em ponto deu-se a largada. Parti para minha prova. De boas, com a GoPro registrando alguns momentos da corrida.

Ah, uma aspas!! Não contei pra vocês. No meu último treino antes da prova, na quinta, consegui enfiar meu pé numa planta assassina que quase me tirou da corrida. O pé esquerdo inchou e doía bastante, principalmente pra amarrar o tênis. Tomei cataflan e passei cataflan por dois dias e por fim, deu certo. Na sexta à noite o pé estava desinchado, mas ainda com dores. (aliás, até hoje, se tocar no local ainda sinto alguma coisa).

Assim que comecei a correr pela praia de Maresias, com areia fofa, já imaginei o quão dura seria aquela prova. Nem cheguei na travessia do primeiro rio e comecei a sentir o pé esquerdo formigar. Fiquei um pouco tensa, mas abstraí.
Deu-se início ao trecho da primeira subida, em fila indiana, por trilha aberta. E meu pé continuava formigando. Ao chegar em Paúba eu ia bem de boas, pra não forçar. Passei pelo segundo rio, bem tranquilo e o pé lá, dando sinal que ele estava machucado. Nesse momento já havia corrido por uns 3 a 4 km. Não sabia como estava meu pé. Formigava muito e por um instante pensei que ele podia até gangrenar. Tive um pouco de medo. Até pensei em fazer os 10km se a perna começasse a formigar também. Mas, quando começou a subida, parece que todo aquele desespero sumiu. Em minutos o pé parou de reclamar, eu parei de mancar e a força voltou pra perna. – Não sei se o corpo esquentou ou se alguém lá em cima resolveu que eu ia completar aquela prova do jeito que fosse! Só sei que dali em diante eu não senti mais nada.

Então começaram as pirambas. Não sei porque, mas a minha impressão é que o ano passado elas estavam menos inclinadas. hahahahahaha E dá-lhe pernas e costas pra que te quero. Nessa hora lembrei dos funcionais e dos treinos de agachamento do Beto. rssssss Agora preciso fortalecer as costas e os braços. Aiiiiii!!!

Dessa vez não tinha chovido nem nada, mas o mato estava com muita lama nas descidas. Era tão liso que se descia literalmente de bunda. Quase impossível brecar. Nem que não quisesse, descia rápido. ahhahahahaha E pra não rasgar o shorts, eu descia agachada, com o braço esquerdo dando apoio (até porque o direito estava com a GoPro). Mesmo ela pendurada no pulso eu não queria tacar a capinha na lama, então praticamente todas as descidas fiz com o apoio do braço esquerdo. (e acreditem amiguinhos, o esforço foi tanto que estou com o braço um pouco dolorido até hoje) 😥

Quando cheguei no 3 rio, que leva para o condomínio de Toque-Toque Pequeno pude perceber que o nível do rio estava mais alto… e porque não, as pedras tinham crescido também!! hahahahahahaha Verdade!! Estava mais complicado de achar o caminho das pedras que o ano passado. E correnteza pra que te quero. Medo de molhar o celular, mesmo protegido no plastiquinho.

Momento subida infinita. Aquele trecho que a gente sobe tudo, desce tudo, chega na praia, bate e volta. Buáááááá!!! Eu indo e um monte de gente voltando. Não sei como esse povo consegue correr tão rápido nas subidas. De verdade. Me ensineeeeem!!!
Esse trecho é um dos maiores da piramba. São 4kms só de piramba sobe e desce / sobe e desce! A parte em que se perde mais tempo na prova. Depois desse trecho é literalmente só alegria. rssss

No final dessa piramba infinita se está no 13km de prova. Até aqui eu já tinha tomado 2 sachês de gel e uma água de coco que a organização estava distribuindo. Depois do quarto rio, antes de chegar na praia eu resolvi comer uma bisnaguinha e tomar o gatorade. Olha, vou contar: a bisnaguinha com nutella foi uma injeção na veia. Deu uma boa animada pra continuar correndo, sabendo que havia algumas praias com areia fofa pra enfrentar.

Praia. Asfalto. Praia. Asfalto. Corda. Asfalto. E volta pra Paúba e para o trecho de trilha. Só que agora só com descidas. \o/ Nesse trecho todo, por fim, consegui desenvolver a corrida. 😀 E pra batizar, teve a passagem do rio para chegar à praia de Maresias. E tava alto. Na minha barriga. Sou baixinha. ahhahahahaha

Concluí a prova em 4h23m – 44 minutos a menos que o ano passado! Vitória!! \o/

É aí que percebemos como os treinos fazem TODA A DIFERENÇA!! Manter uma rotina de treinos semanais fortalece não só o corpo como a alma. Obrigada Emerson Bisan e a Nova Equipe pelo apoio!! 🙂 Sempre muito bom poder contar com vocês!!

Ano que vem, se GOD permitir, estarei lá de novo pra enfrentar mais uma vez essas pirambas doidas da K21 Maresias!! \o/

E tem vídeo que eu fiz da corrida!! 😀
https://www.youtube.com/watch?v=AD3ARh5FikM

 

Next stop: XTerra Ilhabela

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s