Treinos para Maratona do Rio

A partir dessa semana comecei meus treinos intensivos pra Maratona.

Como mostrado nesse vídeo abaixo, já troquei ideia com o coach Emerson Bisan sobre toda a preparação pra Maratona do Rio que acontecerá dia 18/junho.

Os treinos ficarão mais intensos gradativamente até a Maratona.
Para início, o mais importante é estar preparada fisicamente e psicologicamente. Preparar alma, corpo e mente é primordial se você quer encarar a rotina de treinos pra uma corrida de longa distância. E na Maratona, se você menosprezar, vai quebrar no final. Conheço muitas pessoas que hoje são ultramaratonistas e já quebraram nos 42km. (não porque menosprezaram, mas talvez por que não estavam preparados por inteiro)!! Então, vamos dar a essa Senhora, o devido respeito.

Treinos de força, como uma musculação não muito pesada e treinos funcionais farão parte do pacote juntamente com os treinos de corrida. Tenho alguns treinos prescritos e utilizarei eles para manter os músculos e ossos em ordem.

Os longos já foram previamente determinados pelo meu coach. Está tudo traçado, mas caso necessário, mudanças podem ocorrer.

Agora é focar na alimentação mais saudável possível, diminuir o álcool (pós carnaval) e seguir a planilha!! 😀 Mimimi esse semestre está fora de cogitação!! rssss

 

Também estou nessas redes sociais:

redes-sociais

Anúncios

Maratona do Rio – Minha experiência!

Fala runners,

Bom, como a maioria aqui já sabe, esse final de semana rolou a Maratona Caixa do Rio de Janeiro e eu tive novamente o privilégio de poder participar de mais uma edição dessa corrida tão querida pelos brasileiros. Mais uma vez participei dos 21k da prova (mas dessa vez, devidamente oficializada – já que ano passado corri os 21k com a inscrição de 42k porque foi tudo de última hora rssss)

Cheguei na quarta à noite, e fiquei hospedada em Copa, na casa de uns amigos do Rio (kéridos do ❤ para sempre).

Na quinta tinha planilha pra cumprir: 6km pra soltar as pernocas pra domingo. Fiz o treino no final do dia. Encontrei com uns amigos da minha Assessoria Nova Equipe (Tandaya, Luiz, Milton e Ju) e percorremos a orla de Copa (posto 5) até o final de Ipanema (posto 9). Foi delicinha!! Deu pra se divertir e correr confortável.

 

Sexta fui logo cedo com esses mesmos amigos retirar o kit da prova. Estava muito sossegado. Pouquíssima fila! Super rápido e ágil. Peguei meu kit e demos uma volta pela Expo Run da corrida.

Photo 27-05-16 13 17 34Photo 27-05-16 11 58 18

A store da Olympikus estava com o lançamento do Olympikus Rio 4. O preço estava bem acessível (R$249). Me segurei para não adquirir um lá mesmo. (quero testa-lo antes e saber mais infos com quem já usou!)

À noite tive uma terrível surpresa. Devido às extrapolias gastronômicas da quinta-feira, meu estômago reclamou bastante com uma queimação que não era de GOD. Fui obrigada a botar tudo pra fora. Aí já viu né? Toda aquela alimentação saudável na semana pré-prova foi por água abaixo, literalmente. Desidratei e passei o sábado trocando ideia com o estômago pra ele ser bonzinho comigo e me deixar correr no domingo.

Sábado à noite jantei massa num lugar horrível e muito mal atendido. Estava lotado e os garçons não chegavam em nossa mesa. Experiência péssima! Nem vou indicar aqui pra vocês porque não vale a pena.

Dormi no Flamengo, na casa do Lip kérido <3. O apto ficava a 3 quadras de pegar os ônibus que nos levaria para a largada. Incrível!!

E chegou o grande dia!
Dormir pra que, não é mesmo?!? Acordei às 3:50 já pulando da cama. Liguei o som pra animar a Ju e o Luiz e nos arrumamos. Quando estava tudo pronto descobri que meu iPod estava sem bateria e o fone de ouvido não funcionava no iPhone. Maravilhaaaa!!! Era a prova dos 9 de crescer e aprender a correr sem música!! 😥
Faltando 10 minutos pras 5h fomos para onde os ônibus estavam. Uma fila gigantescaaaaa!!! Enfim conseguimos embarcar… no ônibus mais lerdo de todos! hahahahahaha Além do motorista ser uma lesma, também estava perdidinho. Quase fomos parar em Jacarepaguá!! kkkkkk Mas, no final tudo dá certo, amém!! rsssss

Chegamos na largada. Prioridade: banheiro. Quem disse que estava fácil a vida? Olhei para aquela natureza toda e pensei: mais limpo que isso, impossível! Atravessei a praia, achei uma moitinha e voilá! Pronto. Agora estava pronta pra correr. 😛
Encontramos a Sil, Dorinha, Aninha, Raquel e Mauro bem no curral da largada. Fotinhos e bla bla bla e partiu…

A largada deu-se oficialmente às 6:45 da matina. Parti para a minha corrida. Não estava muito preocupada com o que tinha por vir. Só queria correr tranquila, tentando manter um pace em que conseguisse completar a prova no tempo estipulado por mim.

Fotos by Luiz Valotto @lvalloto

Levei 3 GUs (géis de carboidrato). Tinha planejado toma-los a cada 6km. Mas como nem tudo sai como queremos, e eu também não verifiquei os pontos dos postos de hidratação, mudei um pouco a estratégia dos géis. O primeiro tomei com 7,5km de prova e o segundo com 13km de prova. Mais uma vez não senti tanto a subida da Niemeyer. Fui tranquilinha. Nessa hora a Ju, do RunJuRun passou por mim!! 🙂 Fofa. Me reconheceu! (ela também já deu o relato dela no blog 😉 )
Até chegar no final de Ipanema (12km) estava correndo bem, sem sentir dores e desconforto. Respirava tranquilamente e mantinha um pace OK.
MaratonaRio_2016_01
Então, foi só fazer a curva pra esquerda, entrar na praia de Copa que o bicho começou a pegar. O estômago começou a dar sinais de queimação e o corpo respondeu com cansaço e calafrios. Por alguns momentos sentia a pressão lá no pé e ficava vesga. Não cheguei a ficar tonta porque mantive o controle e diminuí a velocidade. Meu pace aumentou sensívelmente, e pensei que dali em diante eu queria apenas terminar a prova correndo. Peguei um copinho d’água, joguei nas pernas e na cabeça e mantive o controle. Tomei gatorade e o último gel no km 18, conforme tinha programado. Entrei no Aterro sem pensar no amanhã e só queria chegar.
Os últimos metros foram desesperadores. Tinha um mix de felicidade com vontade de chorar loucamente. A respiração já não encaixava e as pernas pesavam 50kgs cada uma. Eu estava terminando aquela corrida no coração!
Cruzei o pórtico de chegada agradecendo a todos os santos e mentores que me ajudaram a terminar aquela corrida sem ter um treco no meio de Copacabana!

MaratonaRio_2016_02

Fiiiiim de prova!!!
Medalha, gatorade e skol ultra pra alegria geral!
Encontrei a Ju e fomos esperar toda a galera da assessoria. Acompanhar o povo e ver a carinha de cada um cruzando a linha de chegada é realmente incrível. Emoção indescritível!! Só quem corre sabe.

E como de costume, final de Maratona do Rio brindando no Belmont. Já virou tradição! 😉

Photo 29-05-16 16 30 14

Como sempre uma prova incrível, impecável e linda de viver!!
Ano que vem enfrentarei a Dona Maratona. Já estou inscrita! #projetopartiumaratona \o/
Quem vem?!?

Bjs runners e nos vemos nas pistas!!

Foto de capa by Rodrigo Tandaya

Vídeo que fiz com imagens da Maratona do Rio!!
Dá um play pra conferir!! 😉

A sempre desejada Maratona do Rio

Umas das corridas de rua mais procuradas e desejadas do Brasil, a Maratona do Rio encanta pelo seu percurso, organização e recompensa visual!

Quer entender por que? Vou dar algumas pistas pra vocês!!

  1. Organização: A Maratona do Rio está entre uma das mais bem organizadas com uma logística impecável. Tudo voltado para o conforto e a facilidade do atleta. E não apenas no dia da prova, mas nos que antecedem também. Durante todo o período próximo ao dia da corrida, diversos emails são enviados para os inscritos, informando sobre o evento, a retirada de kit, horários dos ônibus e largada.
  2. Retirada do Kit: A Expo Rio Run é um evento a parte. Além da retirada de kit, que é feita em 3 dias com amplo horário de atendimento, tudo computadorizado e com agilidade na entrega, existem também diversos expositores que estão presentes apresentando sua marca e produtos com oportunidades diferenciadas para os corredores da Maratona do Rio.
  3. Transporte: A Maratona do Rio também se preocupa em ajudar o atleta a chegar na largada, que como o nome mesmo já diz, fica a mais de 40km de distância do ponto de chegada. Ônibus são disponibilizados para que todos tenham fácil acesso às largadas, não só da maratona, como da meia-maratona. (Essa opção pode ser comprada no dia em que o atleta faz a inscrição, bem como – se  não me engano – existe a opção de comprar na retirada do kit também.)
  4. Na corrida: Staffs e muito apoio para que tudo corra da melhor forma possível. Durante todo percurso existem diversos pontos de hidratação para que os corredores possam se hidratar. Além de água, são distribuídos isotônicos e também biscoitos e frutas.

E a última, mais importante e mais bonita de todas as pistas: O percurso!

maratonario_percurso

A Maratona do Rio, pra mim, tem o percurso de rua mais bonito do Brasil! (quisá do mundo).
O trajeto da prova é feito por toda orla do Rio de Janeiro. A Maratona parte da Praça do Pontal, na Praia do Recreio, na Zona Oeste da cidade. O corredor percorre toda Praia do Recreio e Praia da Reserva, chegando na Praia da Barra. Corre por toda ela, até chegar na Praia do Pepe – onde se dá início à Meia-maratona. De lá, o corredor entra no Túnel do Joá até desembocar em São Conrado. Corre toda praia e contorna o morro do Vidgal, onde fica não só a famosa Favela do Vidgal, como a temida subida do Niemeyer. Finalizando esse trecho, os corredores entram na Zona Sul do Rio para se deleitar com o visual das praias do Leblon, Ipanema e Copacabana. No final de Copa, pega-se a direção para o Botafogo, terminando a corrida no Aterro do Flamengo.

Tradicionalmente a prova é realizada sempre no último final de semana de Julho. Por causa das Olimpíadas, esse ano a Maratona do Rio acontece no dia 29 de maio (nesse final de semana).

Abaixo o vídeo especial de divulgação pra prova.
Nos 42km do percurso, o vídeo transmite uma emoção única vivida pela atleta que corre a prova. Esse sentimento inexplicável eu também já vivi e posso confirmar: não tem palavras! Por isso estou voltando de novo para percorrer os 21km mais bonitos do Brasil!!

Quem vem?!?

 

A corrida da Cidade Maravilhosa – Maratona do Rio

Ahhhhh, a cidade maravilhosa. Como eu amo o Rio. Já disse pra vocês que eu tenho um sanguinho carioca? Pois é, vovô nasceu no Rio, ou seja, família de vovô é toda do Rio. Pena que não cheguei a tempo de conhecer muita gente… rsss Mas tudo bem. Um dia eu ainda faço o caminho de volta pro Rio 🙂

Ipanema-RioVamos voltar ao foco: Maratona do Rio.

Esse final de semana rolou a tão desejada Maratona do Rio. Pensa numa corrida disputada. Pois é. Essa é uma das provas mais disputadas por todos os corredores que querem estrear ou melhorar seu tempo na Meia-Maratona ou na tradicional Maratona.

Essa foi a minha primeira vez correndo pela orla do Rio. (já tinha feito a Nike Rio, mas só fiquei no Aterro. E a Mizuno 10 Miles que só corri pelo Recreio.) Correr por Copa, Ipanema, Leblon foi a primeira vez mesmo. E quanta emoção!!

Cheguei no Rio já na sexta à tarde e fui presenteada com o pôr do sol de Ipanema, bem pertinho do Arpoador. Ahhhh como eu amo esse visual. É de arrepiar!! A galera chegou à noite e fomos jantar japa pra comemorar o Rio. 🙂

Sábado pela manhã, eu e Jujubs fomos para a retirada do kit e encontramos toda galera da Nova Equipe por lá. Kits retirados, fomos para o Boteco Belmont de Copa bebemorar a vida. Quer dizer, bebemorar mesmo só no domingo. Só brindamos com um choppinho. rssss Encontrei meus amigos cariocaxxxx e depois fui jantar meu macarrone pra logo mais de madrugada.

É isso mesmo que vocês leram. Madrugada. Acordamos às 3hs da matina pra nos arrumarmos e pegarmos o táxi rumo ao Aterro. De lá sairiam todos os ônibus com a galera da Meia e da Maratona.
Já a postos no ônibus – eu e Ju – fomos rumo à Barra. E pensa num rolé que o tiozinho do buzunga deu. Praticamente conhecemos o Rio de Janeiro inteiro hahaahahahaha

Chegamos por volta das 5:30 da matina na Barra. Noite afora ainda e muita gente maluca já estava por lá também. É, realmente somos loucos por endorfina. hahahahahahha

Photo 29-07-15 11 31 26

Eu e Ju antes da largada!!

Encontramos com o Greg, Evaldo e mais um amigo e nos encaminhamos para a largada.
Ali já comecei a ficar um tiquin nervosa. Sabia que correria by myself. Ajeitei minhas coisas – fone, som, iphone – e #partiuMeia!!

Largamos no Posto do Pepe, bem no final da Barra. Mal começamos a correr e já entramos no Elevado do Joá. A primeira parte estava bem abafada, até um pouco sufocante. Ainda não era possível avistar o mar, e comecei a prestar atenção no barulho dos carros que passavam por cima de nós. Era estranho e engraçado ao mesmo tempo.
Logo veio a vista maravilhosa do mar e do Morro Dois Irmãos. É de se emocionar mesmo, não tem como não ficar com um sorriso no rosto.
No final do Elevado do Joá havia um túnel com DJs e algumas projeções nas laterais com dizeres diversos. Nesse momento eu desliguei minha música e curti o som da galera gritando, vibrando e a balada rolando.

Chegamos à São Conrado. Primeiro posto d`água, se não me falha a memória. Percebi que esses postos seriam a dificuldade da minha corrida. Muita gente desesperada pra pegar água, quando não, paravam no meio do caminho pra abrir o copinho. Atropelos aos montes. Foi ali que criei a estratégia de pegar água apenas no último ponto de cada posto de hidratação. Os afobados já teriam pego sua água e eu não seria atropelada. (como aconteceu comigo no primeiro posto de Gatorade).
Corri por São Conrado tranquilamente. Verifiquei meu pace e estava até abaixo do que imaginei, mas como estava confortável, mantive. Sabia que ia valer a pena lá na frente.

Eis que chegamos no tão temível Niemeyer. Pensei comigo: “Corra! Trote! Mas não caminhe”. Foquei no treino que fiz no Pico do Jaraguá e pude perceber que Niemeyer não era tudo aquilo que todo mundo falou… pelo menos pra quem está correndo a Meia. A Maratona já é OUTRA HISTÓRIA. Nas descidas aproveitei pra pegar embalo e diminuir o tempo que tinha perdido durante a subida.

Enfim, chegamos na Zona Sul. Ahhhhh o Rio. Leblon. Ipanema… Aquela parte da corrida pra mim foi a mais bonita. Eu amo demais essa orla, o visual, as pessoas… e como tinha gente. Todo mundo aplaudindo, vibrando, torcendo. Dava aquela vontadinha de chorar de alegria por estar ali, fazendo parte daquilo tudo. Foi quase, mas segurei a emoção.

Após a curva para entrar em Copacabana, muitas comidinhas: frutas e biscoitos (e bolachas :P). Peguei uma bolacha doce e saí feliz com o carbo docinho pra forrar o buraquinho no estômago!…. Masssss, mal sabia eu que ali meu diabinho sentado no ombro esquerdo começaria a trocar ideia comigo. “Você é louca!”, “Você já está cansada”, “Como assim seu dedo ainda não dormiu?”, “Ainda faltam 7km. Você não vai aguentar esse ritmo”. Não fiquei pensando muito nele trocando ideia comigo não. Foquei no Hotel Windsor, que estava lááááá longeeeeeee, na curva em direção à praia do Flamengo e falei: “Só vou olhar o Garmin depois do túnel”. E assim eu fui. Observando os corredores, prestando atenção nas passadas, estudando o melhor momento para tomar meu outro GU Roctane – um PS. perdi 2 GUs pela corrida por causa da cinta estar frouxa. Já estou providenciando meu Flipbelt.

Photo 28-07-15 16 36 46Aquele momento de Copa que eu tava trocando ideia com meu diabinho no ombro!!! hahahaha

Passando o túnel, aí sim dei uma olhada no meu pace e pude constatar que meu ritmo tinha dado uma leve caída no final de Copa. Aumentei a passada, tomei mais Gatorade e só pensei que logo ali, após a curva, já estava a chegada. Chegada. Cadê a chegada?!? Pensa numa curva intermináááááááável!!! Nunca que esse pórtico aparecia. Aumentei ainda mais a passada. Queria chegar logo!! E enfim, tava ali…. a chegadaaaaaaaa!!! o/

E não é que bati meu melhor tempo?!?! #PersonalBest pra mim uhuuuuuuuu

Fim de corrida, mas não fim da festa.
Peguei minha medalha, encontrei a galera da Meia – todo mundo fazendo #PersonalBest!!! E claro, a comemoração foi no Belmont com muitos brindes!! Depois de algumas risadas e muita fofoca da corrida, voltei pra ver a galera da Maratona chegar!! Mais um pouquinho de emoção e voltamos todos pros hotéis. Banho e comeeeeeeerrrr!!!

Photo 26-07-15 15 03 40Com Greg, Evaldo e Ju – bebemorando no Belmont

Photo 26-07-15 14 35 47Bebemorando no Belmont com o Fê depois da Maratonaaaaa dele!!!

Photo 26-07-15 22 20 55Galera da Nova Equipe – Meia e Maratona

Tchau Rio. Você foi um lindo mais uma vez. Eu voltou pra lhe usar, com ou sem corrida.

PS: pra vocês que me viram com a medalha e o número de peito da Maratona… – Sim, eu me inscrevi na Maratona e depois decidi fazer a Meia Maratona 😉